c Trambolhão: O Karma das Ex

sexta-feira, março 16, 2007

O Karma das Ex

Nos últimos tempos a minha vida amorosa resume-se a conhecer pessoas que sofrem desesperadamente a ausência das suas ex-namoradas. Repito, passo minutos preciosos do meu tempo a ouvir histórias do género: porque ela, a ex, tinha um sorriso assim ou assado, porque ela era a mulher mais bonita que conheceram na vida deles, porque ela lhes quebrou o coração, blá blá blá... Será impressão minha, ou Portugal passou a ser um reino habitado por homens que em vez de esperarem a vinda de um Dom Sebastião enevoado, perdem dias e noites à espera da musa encantada que perderam e não sabem como voltar a encontrar?
As ex, as ex, as ex... Porque a ex é, sem dúvida alguma, a mulher com quem se identificaram mais e com quem partilharam momentos inesquecíveis e fantásticos. A dúvida assalta-me de imediato: se a sua existência foi realmente real é uma treta porque podemos encontrá-la no meio da rua e o terramoto instala-se. Por outro lado, se foi irreal como competir com criações virtuais e perfeitas? Ui, o dilema instala-se.
Eu própria sou a ex de alguém e compreendo o trauma dos meus exs (brincadeirinha:), agora meus queridos, não posso deixar de dizer isto: lá por ser simpática e boa ouvinte, dispenso comentários do género e afins, porque se 2 é bom, 3 é sempre demais. Já sei que os rapazes que leiam isto, já estão a pensar que não, que 3 é óptimo, mas para mim não, obrigada.
Talvez devesse abrir um consultório sentimental. Acho que era boa para isto. Vou começar a pensar nesta hipótese a sério. Aceitam-se inscrições de mais raparigas que sofram do mesmo karma.
Ah, e estou a pensar começar a organizar excursões aos mosteiros. Ali deve ser fácil encontrar rapazes sem ex-namoradas e passados amorosos demasiado intensos. O pior é se depois recebo um raio fulminante do céu porque ando a distrair a rapaziada:)

Bem, divirtam-se e bom fim-de-semana!

7 Comments:

At 3:40 da tarde, março 16, 2007, Blogger Deeper said...

Eu gosto dessa parte das excursões aos mosteiros, desencaminhar monges e seminaristas novinhos em folha, prontos a estrear parece-me tão bem... Todos os prazeres da vida sabem a pecado, e é mesmo por isso que sabem bem!
Também gosto da ideia da abertura do consultório sentimental, podemos mesmo ser sócias. Tu tratas da parte da recuperação do trauma e eu da reinserção no mercado (que eu para isso tenho jeito). Podemos começar por criar uma imensa base de dados com os nomes dos nossos amigos e amigas solteirões, giros e simpáticos. Vamos fazer fortuna.
Beijinhos amiga, diverte-te e arranja lá um tripeiro todo jeitoso (de preferência com um irmãos e primos engraçados);).

 
At 5:23 da tarde, março 16, 2007, Blogger Inês said...

Boa, sócia! Acho que íamos fazer sucesso, porque realmente ao teu olho clínico nada escapa:)
Agora é só pensarmos no nome...

 
At 10:10 da tarde, março 16, 2007, Blogger Joca said...

Quem vive de passado é museu...
e com um presente tão bonito pela frente...

 
At 11:52 da tarde, março 17, 2007, Blogger CP said...

Palpita-me que nos mosteiros ainda encontrarás pessoal com problemas de Ex. Ex-namoradOs isto é :P

 
At 12:21 da manhã, março 20, 2007, Blogger aml said...

Parece k somos todas vítimas do mm e sofremos de traumas semelhantes como as maravilhosas ex's... Alguém me explica uma coisa: "se elas são assim tão especiais, porque andam a chatear outras!?!" Acho que os tuguinhas andam a precisar de relembrar umas regras básicas: é bom recordar o passado, mas é errado viver preso a ele dado que limita os nossos horizontes...

 
At 3:54 da tarde, março 24, 2007, Blogger pedro said...

:-)

Becas, vamos mas é divertirmo-nos a ver o jogo da selecção. Ea aproveitar os momentos magnéticos como ontem.

Bj,

o

 
At 6:29 da tarde, março 27, 2007, Anonymous Bem Visto said...

Se calhar, há muitos q estão nos seminários e nos mosteiros à conta das ex...;)

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home