c Trambolhão: C

sexta-feira, fevereiro 16, 2007

C

E agora o que fazer? Tínhamos duas alternativas: Fugir como previsto, ou ainda chamar a ambulância (ai, essa consciência sempre alerta). E a polícia não está à coca?

Não, está a dormir.

Fecha a porta do carro. E pára de te lamuriar. Foi assim que quiseste, assim foi feito.

Ela desligou a música do carro, enfiou a cara por baixo do cachecol, envergonhada e chorosa.

Não quero saber mais de ti, foste tu que me levaste a este caminho. A minha mãe tinha razão, devia ter ficado com o Manel. Ao menos ele cuidava de mim e não passava a vida nesses bares...

Cala-te, ou vais porta fora, o carro é meu.

Marcha-atrás. Bateu no caixote verde e espalhou o lixo todo na rua.

Curiosamente, o veículo seguiu em andamento leve. Rumo à liberdade.

As notícias deram conta do sucedido em todos os meios de comunicação nacionais.

E fontes próximas (anónimas e confidenciais) do casal (repito, anónimas e confidenciais) denunciam a sua estadia num hotel de 5 estrelas em Miami.

Moral da história: O crime compensa mesmo.

2 Comments:

At 4:36 da tarde, fevereiro 21, 2007, Blogger pedro said...

Como está o tempo em Miami?

 
At 6:19 da tarde, fevereiro 21, 2007, Anonymous Anónimo said...

Está óptimo, eu realmente nunca pensei em fugir, mas aqui os homens adoram as morenas, sem operações plásticas. Não sei se volto para Portugal. Aí está a chover correcto?

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home