c Trambolhão: Entrevista café-concerto

segunda-feira, dezembro 19, 2005

Entrevista café-concerto

Hoje fui a uma entrevista. Correu bem, estava super descontraída, só me apercebi que estava lá dentro e que estava a ser avaliada passado um bom bocado. Gostei dos entrevistadores, eram muito simpáticos, gente boa, jovens sorridentes, sei lá... Era assim que todas as entrevistas me deveriam correr. Fui de calças de ganga, de casaco verde com 5 anos mas que eu adoro, de rabo de cavalo, enfim, sem jeitos nem mais trejeitos, simplesmente eu. Fora com as camisas e os fatos apertadinhos, as botas de salto alto, ou os brincos pendentes. Fui com golas altas e botas de salto raso, senti-me perfeitamente eu. Deixem as pessoas respirar, tirem-nas dos fatos, ponham-nas descontraídas, ou então, deixem que seja a própria pessoa a escolher o estilo que quer. Acho que nunca me ri tanto numa entrevista. Se calhar também deixei passar uma imagem de tontinha, eu quero lá saber. Fui feliz e saí feliz, ao passo que às vezes só me dá vontade de sair de cada uma destas pequenas torturas e enfiar-me numa pastelaria a comer um grande palmier recheado. Porque tenho um péssimo tique, já devem estar a adivinhar, cada vez que estou mais ansiosa, mais nervosa, deprimida, ou com vontade de deitar uma bomba nuclear em certos sítios, disparato sempre em comida. Os bolos são o primeiro alvo, e logo a seguir talvez um salgadinho. Porque para confortar a alma às vezes basta enchermos o nosso reservatório de substâncias que são tudo menos inócuas. Depois o problema são os quilos que se avizinham tornar-se em gordura, e entramos outra vez no carrossel do yo-yo sem nos darmos conta. O que vale é que as entrevistas não abundam, por isso não tenho muito com que me preocupar, pelo menos até ao próximo Natal. Que é já daqui a uma semana, oh não... Vou fazer abdominais. Adios!

4 Comments:

At 6:41 da tarde, dezembro 19, 2005, Blogger marco said...

oi td bm , o teu blog ta bacano , se kizeres passa pelo meu . bjs fika bem

 
At 10:23 da manhã, dezembro 20, 2005, Blogger pedro said...

E umas batatinhas fritas ;-)

Deixa lá Becas, o que eu quero é ver-te feliz e a sorrir

 
At 5:41 da tarde, dezembro 21, 2005, Anonymous Anónimo said...

Black Hair, tô na torcida pra que role este emprego pra ti. Bju

 
At 12:43 da tarde, dezembro 22, 2005, Anonymous Anónimo said...

Ser feliz (Fernando Pessoa)

"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar
irritado algumas vezes, mas não esqueço
de que minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena
viver, apesar de todos os desafios,
incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos
problemas e se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser
capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um "não".
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo...
"

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home