c Trambolhão: Outubro 2005

segunda-feira, outubro 31, 2005

Bruxinhas

Hoje é dia das bruxas. Dia do "Halloween", dia das abóboras e das partidas. Por sinal não me apetece sair, supostamente teria de me ir mascarar e ficar uma bruxinha bonita, mas será que há bruxinhas bonitas?
Apetece-me ficar em casa, coisa que por sinal tenho feito regularmente nos últimos dias. Mas vou preparar-me. Uma saia preta ou umas calças pretas? Um chapéu ou uma vassoura? Uns brincos ou uns alfinetes? Vou inventar? Ou vou sobriamente esquecida para não me fazer notar nos demais presentes? A timidez é uma coisa que não se quer fazer esquecer. Todos nós gostamos de ser timidos e de o fazer notar aos outros. Como uma vez li e nunca mais esqueci, "um tímido é sempre um falso tímido, porque julga sempre que as atenções se concentram sobre ele e que todos comentam a sua presença"!... Ou seja, acaba sempre por ser uma pessoa que se pretende ser notada e comentada, intenções opostas ao significado original da definição de timidez.....
Mas espero que um copo de Martini me deixe suficientemente alegre... Amanhã posso fazer um resumo da festa, que essencialmente teria três destinos iniciais: uma grande bebedeira e uma grande ressaca; uma grande seca sem jeito nenhum ou uma festa politicamente correcta com uns joguinhos de Party e Companie pelo meio e de cartas tb, essa é boa:)
Espero que os realizadores desta festa não acedam ao meu blog...
Amanhã Take II do blockbuster mais aguardado do ano: " Bruxinhas rebeldes ao poder deitam abaixo apartamento da baixa de Lisboa"!

Primeira vez

Hoje é a primeira vez que escrevo no meu blog. É como se assistisse a um novo nascimento, a um novo renascimento, a uma forma nova de expressão. Como os Clã cantam "para resolver o meu problema de expressão", ou não, aqui vou passar a registar algumas ideias, factos, memórias e contos... Não prometo fazer do meu blog um diário constantemente actualizado, até porque receio que a minha imaginação não o permita:) mas a ver vamos, às vezes posso ter a capacidade de me surpreender, como nos dias que correm o meu tempo expande-se como os copos de água, por isso vou partilhar alguns bocadinhos da minha vida com vocês...